Pesquisar

A Erva-cidreira

 

Planta medicinal, introduzida no Brasil, também conhecida por melissa, pertencente à família da hortelã, do boldo-brasileiro, do alecrim, do orégano, da  alfavaca e da lavanda,   sempre foi muito utilizada pela medicina tradicional para  combater distúrbios gastrointestinais, como calmante, analgésico, anti-inflamatório, antioxidante e até psicológicos como depressão, ansiedade, estresse, insônia, agitação entre outros.

Trata-se de uma erva originária da Europa meridional, cujas folhas são maiores e mais claras que as da hortelã, com margem crenada. Flores pequenas, esbranquiçadas ou róseas.

Além das ações no campo emocional, a erva-cidreira age também no aparelho digestivo, ajudando na absorção de ferro, potássio, cálcio, cobre, fósforo, vitaminas A, B1, B2, B3, B5, B6, C, manganês e magnésio.

Pode ser consumida na forma de chás, que é a mais popular, ou sob forma de  sucos, receitas culinárias, doces e salgadas, extrato natural, óleos essenciais ou infusões.

Os gregos a chamavam de “erva-do-mel”, pelo fato de ser também uma planta melífera já os árabes, no século X utilizavam a erva-cidreira contra a melancolia e o mau humor.


Nome Popular: erva-cidreira

Nome Científico: Melissa officinalis L.

Família: Lamiaceae (Labiatae)

https://pt.wikipedia.org/wiki/Erva-cidreira